Você começaria uma carreira depois dos 50?
15/01/2018
Especialistas preveem que o mundo pode ficar sem chocolate em 40 anos!
15/01/2018

Cinco frases que não se deve falar a uma grávida…

Oi, gente! Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem! Hoje, vou falar um pouquinho sobre CINCO frases que não se deve falar para uma grávida.

Para quem não sabe, eu estou grávida e tenho ouvido algumas frases que realmente me tiram do sério. Não sei se as pessoas fazem isso de propósito ou se não têm noção mesmo; só sei que isso re-al-men-te irrita qualquer gestante. Vamos a elas?

  1. Aproveita para dormir agora porque depois…

 

https://www.instagram.com/p/BDoNBonB2eY/?utm_source=ig_embed&utm_campaign=embed_legacy

Que horror!… Esta é a frase que eu mais escuto das pessoas. Sim, eu sei que um bebê dá trabalho, que ele vai mamar de 3 em 3 horas, que a minha vida vai mudar e etc. Só que não precisamos ouvir isso o tempo inteiro. Deixa a pobre da futura mamãe em paz para ela se acostumar com o futuro, afinal… O bebê nem nasceu ainda!

Além disso, cada bebê é de um jeito. Tem bebês que se irritam facilmente, outros que dormem melhor, outros que gostam de brincar e etc. Não dá para ficar enchendo a cabeça de uma gestante com essas coisas!

  1. Nossa, tem certeza de que você está grávida? Não tem nem barriga… 

Que gafe besta. As pessoas têm mania de querer interferir até no corpo da futura mamãe. Existem mamães que, mesmo no finalzinho da gestação, não têm a barriga muito aparente. Isso depende de cada biotipo. No meu caso, eu estou entrando no sexto mês e, por ser gordinha, só agora a minha barriga está começando a aparecer.

Parem, por favor, de colocar minhocas na cabeça de uma grávida! Isso faz com que ela comece a pensar que alguma coisa está errada em sua gravidez, principalmente quem for mamãe de primeira viagem! Isso deixa a gente maluca!

  1. Essa barriga parece que vai explodir… 

https://www.instagram.com/p/BQ2BgDxj4pg/?utm_source=ig_embed&utm_campaign=embed_legacy 

Ao contrário do item anterior, este é um comentário que além de indiscreto, é muito inoportuno. Quando a futura mamãe tem uma barriga grande, as pessoas também costumam falar muito e sem pensar. Aí, também tem ‘aquela’ frase: “Tem certeza de que não são gêmeos?” – e como direito de resposta dizemos –“Não, amor da minha vida! Já fiz o ultrassom!” – Ui, como isso irrita!!!

Gente, isso é chato demais! Quando estamos grávidas, nós ficamos mais sensíveis e, ao mesmo tempo, igualmente mais neuróticas. Então, por favor, tenham bom senso e carinho para com a futura mamãe!

  1. Curta o marido agora. Depois do nascimento, a relação vai por água abaixo… 

Pessoal, quem disse que ter um filho é sinônimo de relação a dois, perdida? Fala sério!… Isso vai de casal para casal. Casal que se ama e se respeita vai saber que, quando um bebê nasce, toda a atenção será voltada para o bebê, principalmente nos primeiros meses porque a mamãe e o papai estarão se acostumando com esse novo serzinho que acabou de chegar ao mundo! Simples assim.

O marido tem que saber que a esposa vai mudar. Ela vai virar mãe! Então, é preciso paciência com ela para que ela possa se sentir amada e respeitada. Por isso, é importante o diálogo entre o casal.

Converse com o seu marido e diga a ele como se sente, se precisa de ajuda, etc. Inclua o seu marido nas suas atividades diárias com o bebê! Isso faz com que você seja respeitada e mais feliz!

  1. Você vai fazer cesária? Por quê? Parto normal é melhor, a recuperação é mais rápida! 

Hoje em dia, é direito da gestante (e de mais ninguém!) escolher como será o seu parto. Gente… A futura mamãe pode e deve escolher como quer que seja o seu parto. Converse com o seu médico sobre isso, viu?

Eu escolhi a cesariana porque achei que seria melhor para mim. Conversei com a minha médica e ela concordou com a minha decisão. Apenas se você tiver escolhido um parto normal e não puder realiza-lo por motivos diversos, é que o seu médico deverá interferir, para que seu bebê venha ao mundo com saúde.

Então, nada de tentar influenciar a grávida para mudar o seu plano de parto. O direito É dela! O corpo É dela! A recuperação É dela… Ponto final!

Portanto… Respeite a futura mamãe e procure apoiá-la em tudo o que ela decidir! Por ora é isso. Espero que tenham gostado do post de hoje!

Feliz gravidez a todas, beijinhos e até a próxima!

Fernanda Besagio

Fonte: Superela

×