Como manter o seu cérebro ativo e saudável durante a terceira idade

Ortodontista carioca, Dr Eduardo Rothier é homenageado com premiação internacional
11/11/2019
Wonderfull My Life Style vacinando os idosos
30/03/2020

Como manter o seu cérebro ativo e saudável durante a terceira idade

Todo mundo sabe que é preciso cuidar do corpo para manter a saúde física ao longo da vida. O que a maioria das pessoas esquece é de cuidar da mente, e da saúde mental. Praticar atividades físicas, ter uma boa alimentação e tomar bastante água é essencial para a saúde do  cérebro. Porém, o que pouca gente sabe é que a nossa mente requer alguns estímulos e cuidados  específicos.  E para manter o bom funcionamento da mente é necessário um tipo de ginástica diferente da qual nós estamos acostumados.  A verdade é que o nosso cérebro é uma máquina de  economizar energia. Para cada tarefa que realizamos  ele cria uma espécie de caminho entre os neurônios.

 

É por isso que a maior parte das atividades que realizamos no dia a dia é feita de maneira automática, como, por exemplo, escovar os dentes. O problema desse comportamento natural do cérebro é justamente o que pode causar, futuramente, um atrofiamento dessas conexões. Como consequência disso ocorre o que chamamos de  preguiça mental. E essa preguiça mental é tão perigosa para o cérebro, porque se torna responsável por deixar a porta aberta para que doenças degenerativas, como o Alzheimer, se instalem no cérebro.  Então, o que é necessário fazer para combater essa  preguiça mental?

 

A nossa mente precisa constantemente de estímulos. O nosso cérebro vibra com tudo que for novo, e o que for novidade. Quando ele recebe esses estímulos, cria novas ligações entre os neurônios. Além disso, há um aumento na produção de neurotransmissores que são os hormônios responsáveis por essas ligações. Isso significa que você precisa exercitar o seu cérebro e estimulá-lo corretamente. E é exatamente por isso que nós desenvolvemos os programas de  treinamento cerebral para idosos.

Os treinamentos são apresentados e ministrados para turmas presenciais de até 10 pessoas, uma vez na semana, e cada aula contém 1 h e 50 minutos.  Durante as aulas são realizadas atividades guiadas e supervisionadas por um profissional qualificado. Além disso, os alunos são condicionados em turmas com um perfil semelhante, para que o desenvolvimento ocorra no tempo de cada pessoa. As atividades são realizadas individualmente ou em grupos. São exercícios que ajudam, principalmente, a melhorar os problemas comuns, da terceira idade, como o esquecimento e a falta de concentração.

Essas atividades estimulam as conexões cerebrais e desenvolvem outras capacidades como a linguagem, a memória, as habilidades visuoconstrutivas e visuoespaciais, e ainda promovem um excelente convívio em grupo entre os alunos. Isso, além de ajudarem a manter o cérebro em forma, que é uma excelente forma de reduzir os riscos de doenças, como o já citado Alzheimer, sem que haja a necessidade de medicamentos.

Para conhecer nossos programas você pode agendar uma aula experimental gratuita pelo telefone (21) 99886-3650.

 

– Marivane Magon Curvello –

Mestrado em Serviço Social pela PUC RJ com Dissertação sobre Grupos de Convivência para Terceira Idade

Av. das Américas, 19.005, Bloco 2, Sala 309 – Absolutto Business Towers – Recreio

21 99886-3650

@atentamenterj

@atentamenterj

×