Simples Nacional ou Lucro Presumido? Oriente-se.

5 DICAS SENSACIONAIS SOBRE FLUXO DE CAIXA PARA PEQUENAS EMPRESAS
11/05/2018

Simples Nacional ou Lucro Presumido? Oriente-se.

Olá pessoal, nesta edição vou dar uma dica sobre o fantasma da ópera que paira sobra a dança de todos os negócios, e ele chama-se: tributação. Muitos me perguntam sobre a escolha desse tipo de tributação, pois há uma dúvida muito comum entre os pequenos e médios empreendedores, principalmente com relação à opção pelo sistema Simples Nacional ou pelo Lucro Presumido.

Nesta edição, vamos desmistificar a questão de que o Simples Nacional se torna “sempre” a melhor opção. E por que eu menciono isso? É porque muitos empreendedores pensam que ao iniciarem a sua inscrição no CNPJ e por estarem na primeira faixa de faturamento entre R$ 200.000,00, R$ 500.000,00, R$ 1.000.000,00, R$ 1.500.000,00 ou até mesmo R$ 3.600.000,00 imaginam que essa escolha seja uma opção de tributação mais interessante. Porém isso está longe de ser uma regra geral, querem ver? Me acompanhem.

Nós sabemos que se tratando do Lucro Presumido se tenha uma tributação de 11.33% em Tributos Federais + o Imposto Sobre Serviços (ISS), que pode variar entre 2 a 5%, no total de 16.33%. Já o Simples Nacional, dependendo da atividade que está sendo exercida pelo empreendedor, seja ela comércio ou na prestação de serviços, ele vai começar com 4 ou 6% e pode até passar dos 20! Resumindo: se o empreendedor passar dessa faixa de 16.33%, no caso da Prestação de Serviços, já pode ver que o Simples Nacional poderá gerar uma carga maior que o Lucro Presumido. Então, isso desmistifica essa questão de que todo o micro e pequeno empreendedor tenham de abrir a sua empresa com o Simples Nacional, não é mesmo?

E é por isso que falamos da importância de se procurar por um profissional especializado, pois ele conhece a área de tributação, e tece o planejamento tributário correto, para o seu negócio, afinal, sabemos que existem esses dois “sistemas” e mais: que não há uma regra geral em optar por qualquer um desses segmentos fiscais. Assim, é possível que em um determinado momento, o Simples Nacional seja mais vantajoso para você e em outro momento, o Lucro Presumido possa ser mais favorável, que o Simples Nacional.

Concluindo: qual a prática que deve ser realizada? O Planejamento Tributário. Logo, é preciso que se faça uma estimativa, uma análise, ou até mesmo uma avaliação do seu negócio com uma projeção financeira das receitas que você vai ter, naquele (determinado) exercício, para que se faça uma opção correta e não ser onerado com uma carga tributária maior que a necessária, escolhendo uma maneira de tributação fiscal desarmônica, para o seu negócio.

 

Paulo Oliveira

PRÈZZO – Contabilidade e Consultoria Empresarial

Tel: +55 21 2117-1974 | +55 21  96441-1321 

www.prezzocontabil.com.br

facebook.com/prezzocontabil

×