Novos condomínios com pontos de recarga para veículos elétricos

Novos condomínios com pontos de recarga para veículos elétricos

Sejam eles: residenciais, comerciais ou mistos, dentro do Estado do Rio de Janeiro

Um Projeto de Lei com a autoria do deputado Leo Vieira propõe a obrigatoriedade da implantação de pontos de recarga de veículos elétricos ou híbridos (foto), dentro dos estacionamentos dos novos empreendimentos imobiliários residenciais, comerciais e mistos a serem construídos no Estado do Rio de Janeiro.

Segundo o texto, para a implantação dos pontos de recarga, os projetos dos novos empreendimentos deverão atender as seguintes especificações:

  • Modo de recarga do veículo elétrico ou hibrido conforme a “NTB” Normas Técnicas Brasileiras;
  • Localização de pontos de medição individualizados, conforme os procedimentos vigentes das concessionárias;
  • Utilização, preferencialmente, de fontes de energia alternativas de sistemas fotovoltaicos.

A instalação dos pontos de recarga de veículos elétricos ou híbridos deverá ser de responsabilidade das concessionárias de serviços públicos de energia elétrica, que deverão disponibilizar ao consumidor a emissão de fatura de consumo individualizada da energia consumida e a aplicação da tarifa de energia elétrica, na modalidade pré-paga.

Caso seja aprovada, a proposta não se aplicará aos empreendimentos já existentes, exceto quando a instalação de pontos de recarga de bateria de veículos elétricos ou híbridos for aprovada por deliberação da maioria dos condôminos.

O lançamento de uma série de veículos elétricos no Brasil trouxe de carona um elemento primordial para a “sobrevivência” dos modelos: o ponto de recarga de bateria! Ele é uma espécie de cilindro de oxigênio para os motores eletrificados. Sem ele, os carros equipados com esse tipo de propulsão, simplesmente, não existem.

Afinal, quem possui um veículo elétrico não pode depender dos chamados eletro postos. São locais públicos para reabastecer as baterias dessa categoria de veículos. O usuário tem a consciência de que se ele for instalar um carregador desses de 11 kW ou 22 kW na garagem de sua casa, isso não sairá nada baratinho…  Porém, uma vez que estes já venham instalados nas garagens das novas edificações, a paisagem mudará, tranquilamente, pois o custo benefício será bem mais viável e além do mais, serão equipamentos inteligentes capazes de individualizar a contas, através do sistema pré-pago, conforme mencionamos acima, evitando por assim dizer, deixar 1 morador feliz e… 99 bravos!

Outra boa notícia é que, as construtoras vêm demonstrando interesse em deixar os seus futuros empreendimentos com a infraestrutura adequada para o carregamento dos veículos elétricos. Portanto, esse Projeto de Lei do deputado Leo Vieira é muito bem vindo e, certamente, será muito bem visto, e utilizado pelos já muitos proprietários dessa categoria de automóveis, principalmente os que residem no Recreio dos Bandeirantes.

 

Fonte: Larissa Ventura – DiariodoRio.com

Fotos: Reprodução/G1 – Reprodução /Estadão

Edição: Theo G Fox – Editor da Revista RECREIO EM FOCO Eletrônica

OBS: Imagem apenas ilustrativa de um prédio em Vila Velha com vagas exclusivas para carros elétricos | Foto: Reprodução/G1

×